domingo, 2 de abril de 2017

2017 - Coragem!



Decidi no inicio do ano, que 2017 não seria uma sequência de 2016. 
Isso implicou que no seguimento do meu percurso pelo areal da praia,
Mais conchinhas e búzios fossem deixados para trás!


Coragem e foco são as ferramentas da minha inspiração.
Acredito verdadeiramente que o sucesso 
é o resultado de longos anos de dedicação. 
Este ano foi o ano que decidi que a minha vida tinha de mudar.
Decidi não aceitar mais a minha insatisfação.

Mas a par disso, acho mesmo que foi Deus que ouviu as minhas preces!

Este tem sido um ano de muitas escolhas difíceis,
Escolhas difíceis mas que me mantêm leal.
Ao meu percurso, e onde quero chegar! 


Numa recente entrevista de trabalho,
perguntaram-me se eu tinha alguma conquista
na vida da qual me sentia profundamente orgulhosa, e qual era!
Eu já sabia a resposta, mas antes de responder,
Enchi o peito de ar e disse, com um sorriso sacana,
Tenho muitas conquistas das quais me orgulho imenso! 


Senti-me verdadeiramente do tamanho das minhas conquistas
E não do meu pouco mais que metro e meio!
Senti-me EU, e por segundos, pude reviver o sabor de cada conquista,
E dizer a que mais me orgulha ate hoje!
As vezes quando perdemos a fé no nosso presente, e o foco no futuro,
Não custa nada olhar para trás e ver as nossas glorias,
Pegar nelas e dizer: "EU já fiz tanta coisa, e com for
ça, coragem, alento, 
Eu vou conseguir muito mais!"
E se por algum motivo ainda ouvirmos as conchinhas e os búzios a
Gritar os nossos fracassos, e a recordar-nos as nossas amarguras,
E' sinal que temos de alargar a nossa passada!
O nosso futuro 
é feito com base nos nossos sonhos! 
Não devemos deixar outro alguém medir o que sonhamos para nós!
Coragem! 

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Caras com Olhos

Quando uma melodia de três acordes nos pode minimizar a seres humanos,
no metro de londres ..


Não passamos de caras com olhos que nos dizem ou não nos dizem nada
Que nos fazem ou desligam da conotação de sentir
Qual a diferença de olhos de azeitona brilhantes de olhos verdes secos e papudos
Cabelos encaracolados dourados e cabelos lisos castanhos
Boca doce e boca carnuda

Sabes quando
Sabes exactamente as tuas dificuldades e onde falhas

Onde as tuas lágrimas ganham expressão
Quando ouves as razões que dizes
Quando ouves
Quando consegues ouvir o que dizes
Parece que não faz sentido quando te ouves
Parece que toda esta espera é em vão
Sem glória nem amor
Nem amor próprio.

Emigrar 
é isto, Renascer, aos poucos,
todos os dias um pouco mais e um pouco menos,
Um pouco mais de n
ós e um pouco menos coragem,
Um pouco menos de nós e um pouco mais de vontade ..
Raramente somos nós próprios 
porque nada nos é familiar, nem nos diz nada ..Temos de ser mais ponderados, o colo da mae esta muito longe ...

Alguem me diz




A todos os lugares que vou, o que mais gosto é da viagem até lá, nela eu sonho alto, crio as minhas perspectiva, preparo-me para as desilusões.. Porque depois de chegar, não dá mais para usar a borracha..

Será sempre uma página em branco, como aqui no blog,
Nova,
Escrevo o que eu quiser,
Até as virgulas quem decide sou eu,,,,,
Assim vivo a minha vida
Mas.. Há sempre um mas..  Que vem do coração traiçoeiro que nasceu comigo e às vezes eu não o oiço por teimosia mas nas noites escuras ele uiva como um lobo.. Nada o acalma nem demove do que sente por ti ...

O quanto tóxicas as pessoas podem se tornar quando descobrem o quanto às admiramos .. Tóxicas, violentas e obtusas, quadradas as ponto de colocarmos em questão se ainda gostamos, até de nós próprias .. Atitudes primatas de exuberância .. Frases feitas, ditas com tom grosseiro, mas caiem na primeira pergunta, porque a única consistência que tem é a firmeza de quem a diz e nada sabe ...

O futuro não me pode assustar tanto, quando o meu presente é feito de terror, não há por onde piorar assim tanto ... Urgente aprender a desistir .. 

sábado, 7 de maio de 2016

Uma pequena raiz ..




Desde pequena que sempre gostei de desafiar as leis das dificuldades impostas pela vida natural de um ser humano, lembro-me quando o meu Pai fazia questão de ser tratado por "Você" e eu dizia com muita convicção, Trato por "você" as pessoas mais velhas ou que não conheço, mas que eu saiba, tu vives na minha casa, sempre fui assim teimosa, pertinente e sem medos, só de fantasmas! A idade passou e os fantasmas mudaram, passou da casa velha e abandonada em frente, para o meu avô e hoje em dia o meu único fantasma, aquele que realmente morro de medo é o Amor.. O Amor aos outros!!

Já dizia o Pedro "quem me leva os meus fantasmas" às vezes ninguém os leva, e na maioria até trazem mais .. Temos de ser nós a conseguir expulsa-los ..  

Sempre fui muito segura de mim, nunca coloquei em causa o meu Amor próprio, sempre soube o que quis, às vezes meio distorcido, mas nunca me abalei que fosse isso demasiado evidente ..
Com 6 anos Cascais era gigante, com 16 Lisboa era gigante, com 26 Londres era gigante , hoje em dia sei que não existe limite para as minhas vontades, gosto de ser livre, sempre gostei muito de conversar, especialmente comigo mesma, sou inquieta, não gosto de de repetir um prato, gosto de coisas diferentes, sensações diferentes ..

Não cresci rodeada de afecto, cresci rodeada de ambição, não quer isto dizer que não gostassem de mim, (entendi isso anos mais tarde) quer isto dizer que não havia nenhum sinal disso. 

E hoje em dia penso, se as pessoas soubessem o que nos trás a certos lugares , e se as pessoas quando nos olham nos olhos, conseguissem ver quanta bravura é esconder a dor de tantas decisões tomadas por teimosia .. 

Se ..

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Como Evitar Mentes Quadradas


Não me sinto fraca ou forte por ignorar pessoas incapazes de aceitar os outros como eles verdadeiramente são..

Sei exactamente o que é perdoar alguém e jamais ser a mesma pessoa
Mas quando sei que esse perdão não vai mudar a maneira da pessoa me ver
Simplesmente sigo a minha vida
Não perco o meu tempo com pessoas que não tem intenção de abrir a mente

Aceitar as diferenças dos outros é um processo longo
Mas possivel!!
Sigo a minha vida e não olho para trás
Não tenho por hábito me arrepender do que faço
Pois em cada tombo eu aprendo uma lição
Aprende a tua também !! 

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Lucidez

Tudo começou numa ausência
ou perda total do coração
e rápido se preencheu de balões de ar
como quem faz um castelo na areia
para brincar numa tarde de verão, quando o sol se esconde
atrás de uma nuvem teimosa

Enchi o coração de esperança, minha e tua
fiz dos teus desejos as minhas vontades
dos teus ideais as minhas metas
e corri contra o vento, contra tempestades
corri e levantei-me sozinha
cais-te e levantei-te 
e de tanto estar sozinha, decidir assumir que estou sozinha mesmo!

Nem sempre desistir é sinonimo de fraqueza
desistir em determinados momentos de sonhos de tantos anos
significa compreender que quando o sonho é nosso
Ninguém pode ocupar o lugar de um dos pilares

A pessoa errada no momento certo,
pode ser capaz de destruir sonhos ou as próprias conquistas!
insistir no erro
pode levar ate ‘a falência mental, ruína, desgaste emocional

Para desistir é preciso sentir que o nosso ego ja nos abandonou
temos de rasgar a folha
e escrever uma nova
e sem medo, porque medo mete este estado de vegetação na estaca zero!

Tem pessoas tão vazias 
que deixam em branco ate a tua mente
capazes de colocar em questão a tua própria existência
de tanto vácuo que ecoam

Para uns, a vida os torna mais frios, a mim tem-me deixado mais mole
talvez por ter deixado ir tantas pessoas que eu achava que eram bacanas
Hoje em dia eu acho que são todas bacanas, e não passo de uma banana!!


quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Seni Seviyorum



Estava agora mesmo distraida a ler e surgiu a imagem da tua mão
uhmm como adoro as tuas mãos
e como tenho saudades do teu cheiro

Estas t
ão longe e faço-te sempre como que dentro do meu pensamento
e ás vezes de mim mesma
como que parte de mim
tão parte que ainda sinto que toco a tua pele
e sinto o cheiro do teu cabelo

Perdemo-nos para sempre
acho que nem nunca fomos além dos nossos sonhos
por medo e por tantas coisas que nos sao alheias

seremos eternamente uma vontade
e nunca nada 
além disso 

II

Não  de ti que sinto falta
É da minha essencia
De tudo o que mais amo
Desde a minha mãe a fita do meu cabelo
Desde a minha amiga de infancia a minha amiga do cafe
É de mim
De mim e nada mais .. 


2017 - Coragem!

Decidi no inicio do ano, que 2017 não seria uma sequência de 2016.  Isso implicou que no seguimento do meu percurso pelo areal da pra...